1 de dezembro de 2010

Como escolher as trepadeiras para o jardim?


A escolha correta de uma trepadeira para seu jardim envolve alguns conhecimentos que irei abordar  no post de hoje.
Existem vários tipos de trepadeiras, e saber qual o tipo que se adapta melhor ao seu jardim é fundamental para fazer a escolha correta. Primeiramente, é necessário saber se a trepadeira escolhida é muito vigorosa e lenhosa , pois estas só servem para jardins bem amplos, e também onde exista um suporte bem resistente onde ela possa se apoiar,  tais como caramanchões ou viveiros, senão, adeus ripado ou cerquinha quando a trepadeira crescer! E atenção com a popular unha de gato: suas raízes podem danificar a estrutura de muros e paredes! Portanto, ela deveria ser plantada somente em muros de pedras, ou barrancos.
 O oposto também pode ocorrer: espécies com grande valor ornamental, porém com porte muito delicado, e com caules finos, não devem ser plantadas quando se desejar sombra ou esconder estruturas deselegantes.
 Outro cuidado fundamental é o de saber se o local de plantio é bastante ensolarado, pois disso dependerá a floração abundante e bonita, bem como a ausência de pragas, para a grande maioria das trepadeiras. Contudo, existem algumas poucas espécies que também se desenvolvem  bem na meia sombra. E por falar em sol, poucas pessoas sabem que plantar uma trepadeira forçando que ela cresça no sentido contrário ao caminho do sol, significa brigar com ela a vida inteira, pois suas ramas sempre se dirigirão para o lado oposto ao pergolado... Por isso, muita  atenção  na direção do Nascente, para só então plantar sua trepadeira de forma que ela “olhe” para leste ou norte no seu crescimento, e nunca para o oeste ou sul.
Existem alguns cuidados com a saúde que também devem ser lembrados na escolha do local de plantio:
1-Existem espécies que apesar de bonitas, possuem pêlos que causam irritação e devem portanto ser plantadas longe de casa (por exemplo, a Mucuna pruriens).
2-A presença de látex  no caule também obriga ao plantio em locais apropriados (por exemplo, a bela Alamanda ).
3-Plantas com flores de odor muito forte, deveriam ser plantadas longe das residências ( por exemplo, todas as trepadeiras chamadas papos de peru)  .
4-Por último, flores grandes próximo a locais de circulação de pedestres podem causar tombos na época das chuvas.
Maria Eduarda Machado Mendes

Leia outras dicas clicando AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assine seu comentário.Somente comentários ofensivos ou não assinados não serão publicados.Obrigado por participar.

Postar um comentário